FALCON - 1978 até 1999  
FALCON 1978 ATÉ 80 - Esses foram os primeiros bonecos lançados pela Estrela em 1978. Apesar do enfoque do personagem aventureiro, ainda dava pra sentir a influência militar dos primeiros GIJoes lançados durante a guerra do Vietnã nos EUA. No início, só haviam dois modelos disponíveis: moreno com barba (Ação Camuflada) e moreno sem barba (Contra Ataque). Mas com o sucesso instantâneo, rapidamente foram introduzidos outros modelos. Os temas das aventuras eram diversos, mas ao invés do Falcon ser um soldado e necessáriamente ter que lutar com um oponente, agora ele lutava contra a natureza. Enfrentava tubarões, aranhas gigantes, polvos e gorilas ferozes em suas explorações. Mas não ficava só nisso não, Falcon era também um agente secreto, desafiava a morte com os cunjuntos Salto Fántástico ou Avanço em Alta Voltagem. Inicialmente, os pais estavam preocupados, pois afinal seus filhos estavam brincado de "boneca", mas passado o susto, viram que o Falcon não tinha nada de feminino. Com suas facas, armas e cicatriz no rosto barbudo, é até hoje o mais machão dos brinquedos.


FALCON 1978 ATÉ 80 série olhos-de-águia - Na segunda série, foi introduzido o mecanismo olhos-de-águia, que possibilitava ao boneco, mover os olhos pra os dois lados. Na época, foi o maior fenômeno do mercado de brinquedos. Não existe uma pessoa de 30 anos que não tenha desejado um desses. E digo pessoa, porque até as mulheres lembram das suas brincadeiras com o Falcon e a Susi. Nesses dois anos de vida, a influência militar foi completamente apagada de nosso herói e sua condição de aventureiro aceita pelo público. Foi nessa fase que começaram a surgir equipamentos com um apelo mais futurista. O design era inovador pra época, e as máquinas totalmente impossíveis. Reparem nessa "cadeira" do conjunto Reconhecimento Aéreo, não há espaço para o motor ou tanque de combustível, mesmo assim o "bicho" voa. A hélice deve girar por mágica ou força do pensamento.


FALCON 80 - Início da série futurista - Sem dúvida alguma, a série mais interessante e controversa do Falcon. Amada e odiada pelos colecionadores, a fase futurista foi a de maior duração e produziu personagens únicos em todo o mundo. Como ocorreu com todos os fabricantes de GIJoe e Action man ao redor do planeta, os conceitos "super herói" e "corrida espacial" foram introduzidos na linha Falcon. Os padrões das aventuras e vestimentas são semelhantes aos dos uniformes de personagens como Super-Homem, Batman, Buck Rogers, Flash Gordon, Darth Vader, Sr. Spock e outras figuras populares da década de 80. Reparem na combinação "colante e botas coloridas" com "cueca por cima da calça". O mais legal dessa série são os personagens extras. Inicialmente surgiu o vilão Torak, com seu terrível raio laser no peito. Para ajudar Falcon a combater Torak, é a vez de Condor, o amigo cybernético do Falcon, aparecer pra lutar.


FALCON 82 ATÉ 84, continuação da série futurista - O sucesso foi estrondoso, a Estrela havia acertado em cheio. A satisfação do público foi tão grande que rapidamente surgiram mais bonecos futuristas. O primeiro deles foi Falcon & Roboy. Em seguida seriam feitos Laserman, Triton, e mais dois Falcons futuristas, um deles com uma arma que acendia de verdade. Infelizmente eles nunca foram lançados, pois a coleção acabou em 1984. Não se sabe exatamente o motivo do fim, especula-se que as vendas haviam caido muito. Afinal quando foi lançado em 1978, Falcon estava praticamente sozinho nas prateleiras, já em 1984 haviam muitas outras coleções: Guerra nas Estrelas, Comandos em Ação, Super Powers, Guerras Secretas e He-Man só pra citar algumas. Era muita gente para dividir um bolo que não crescia tão rápido quanto a oferta de produtos no mercado. Mesmo assim, foi sem dúvida a série mais orginal e criativa do Brasil em termos de bonecos articulados, a série Futurista em especial, tinha um design super moderno. É verdade, algumas roupas e acessórios foram copiadas dos Space Rangers, Super Joe e Big Jim, mas só o Brasil teve Condor,Torak e Roboy. Um feito, que ainda hoje seria admirável, pois atualmente, as mesmas empresas limitam-se apenas a importar personagens americanos produzidos na China. 


 
Clássicos Falcon (de 94 ATÉ 96) - Aos 10 anos de sua apodentadoria, em 1994, o Falcon foi relançado. A coleção chamava-se Clássicos Falcon, mas não tinha muito a ver com os bonecos "clássicos" de 1984. As roupas, inspiradas na série GIJoe Hall of Fame, não eram muito legais. Torak, que antes tinha uma garra no lugar da mão esquerda e um mortífero raio no peito, agora possuia apenas um uniforme de gala idêntico ao do Destro da coleção HOF. O Falcon, não tinha mais cabelo, nem olhos-de-águia,mas ao menos estava de volta. Ainda lançaram mais dois bonecos diferentes, um jipe bége e um tanque de guerra. Infelizmente a coleção não agradou e foi retirada da linha de produção em 1996.
A tentativa mais recente se deu em 1999, quando a Estrela, a pedido das lojas Americanas, relançou o Falcon com um novo nome: Força de Ataque. Novamente, os bonecos não tinham um apelo muito forte. Em comparação com Max Steel, atual campeão de vendas do segmento, as desvantagens eram muitas. Não haviam veículos ou acessórios para a coleção Força de Ataque, tão pouco foram criados mais personagens, e novamente a coleção foi cancelada. Especula-se que a Estrela esteja tentando lançar o Falcon novamente, ou pelos menos, um boneco de 12 polegadas para recuperar um pouco do espaço que Max Steel tomou conta. Quem sabe?


Da esquerda para a direita: VÍRUS TORAK, FIREMAN, ALIEN INIMIGO, MISSÃO LUNAR, MICROMAN E COBRA DE AÇO.

CRIAÇÕES DO LOUCOPORBONECOS 2001 e 2002
- Mas o que aconteceria se a Estrela não tivesse parado de fabricar o Falcon? Quais novos personagens poderiam fazer parte desse universo. O loucoporbonecos criou novos personagens para a coleção, usando os mesmos critérios da Estrela para criar os corpos e os nomes de cada um. Pra completar, tem esse Falcon todo rosa, criado pela namorada do loucoporbonecos. Outro boneco que não poderia faltar, é a versão grande do super legal, Cobra de Aço. Clique no link e veja como poderia ter sido se o Falcon nunca tivesse parado de ser produzido. com vocês: Falcon 2001

MOTORAK
TRITON
PISTOLA LASER
AGENTE ESPECIAL
MIRACLEMAN
YONG MIRACLEMAN
BATES
NEGRO OLHOS DE ÁGUIA
LASERMAN
  
CRIAÇÕES DO LOUCOPORBONECOS 2003 E 2004 - Particularmente sou um amante da fase futurista do Falcon. Por isso, todas as minhas criações refletem esse período. Como a Estrela não produziu os bonecos, decidi ter as minhas próprias versões do Triton, Laserman e Pistola Laser. Mas pra que ficar só na cópia? Aproveitando uma influência de filmes tipo Mad Max, criei o Motorak, um híbrido entre robô e carro. Tem ganchos, mísseis e vários recursos. Decidi também, corrigir algumas falhas (ou injustiças) na coleção do Falcon. Porque não haviam todas as cores de cabelo? Lembram que não tinha Falcon ruivo, com ou sem barba, com olhos fixos? Nem ruivo e loiro, sem barba com olhos-de-águia? O meu primeiro futurista tinha que ser um desses! Pra completar o boneco, um macacão amarelo idêntico aos de 1982. Outra falta grave, foi o fato do Brasil ser o único país que não produziu um boneco negro. Pra reabilitar a coleção, pedi para o meu amigo Sidney, esculpir um rosto afro por cima de uma cabeça olhos-de-águia e pintar os olhos castanhos no lugar dos azuis. O uniforme foi desenhado por mim, assim como o novo design para o adesivo no peito. Pra terminar a festa, já imaginaram que legal seria uma edição comemorativa do Action Man / Miracleman Family? Afinal são dosi importantes heróis britânicos.


VEÍCULOS E EQUIPAMENTOS DO FALCON, GIJOE E ACTION MAN